REGIONAL LEARNING COMMUNITIES AND FACILITATORS

Um projeto Erasmus+

O projeto

O projeto

 

A mensagem principal deste projeto é: “When we share, we win” Por comunidades de aprendizagem, entendemos formas de organização e intercâmbio auto-organizadas ou baseadas na comunidade, que são idealmente apoiadas pelo envolvimento de autoridades educativas. As comunidades de aprendizagem preocupam-se com soluções para os problemas futuros da educação quotidiana, com desafios do sistema educativo em diferentes níveis, com a criação, intercâmbio e desenvolvimento de materiais de ensino, etc.

Objetivos e Impacto do Projeto

• A formação de 24 facilitadores de comunidades regionais de aprendizagem
• Pelo menos 12 comunidades regionais de aprendizagem em 4 países europeus
• A criação de uma comunidade europeia de aprendizagem transfronteiriça com, pelo menos, 48 membros ativos
• O desenvolvimento de um currículo de Facilitador de Comunidades de Aprendizagem que, mais tarde, se tornará uma oferta padrão para os workshops Erasmus+/KA1.
• O desenvolvimento de uma plataforma de rede passiva baseada em Inteligência Artificial para professores e atores escolares, para testar outra opção de desenvolvimento para o eTwinning, que atualmente se baseia apenas em funções de pesquisa ativa.

IMPACTO ESPERADO DO PROJETO

• Professores como networkers perfeitos que criarão valor a nível local, regional, nacional e europeu e uma aquisição bem-sucedida de competências de liderança
• Com conhecimento explícito de cooperação, as instituições participantes serão contactos atraentes no ensino adicional de competências de liderança para professores. Com o compromisso no projeto e interesse em construir comunidades sustentáveis nos seus próprios contextos locais, regionais e nacionais. Com o conhecimento sobre o desenvolvimento da comunidade de professores, eles serão definitivamente criadores da mudança cultural nos seus contextos nacionais.
• Apoiar a cooperação para um desenvolvimento e ensino mais eficaz e eficiente das escolas.
• Evitar os efeitos na saúde causados ​​pelo isolamento. Especialmente no sentido de uma compreensão psicossocial da saúde e do aparente fenómeno maciço de burnout entre os professores. O intercâmbio intercolegial pode criar uma consciência sustentável do princípio da cooperação entre decisores e designers de sistemas.
• Os professores em rede estão em condições de absorver inovações e temas atuais mais rapidamente, o que garante formação ao nível metodológico e didático, mas também em termos de conteúdo.
• Reforçar a área metropolitana europeia através de uma rede voluntária de professores sob a premissa de proteger a soberania nacional sobre a educação.
• Estas redes intrinsecamente motivadas serão as estações de ancoragem apropriadas para o Portal da Educação Escolar, para o eTwinning e para o Erasmus. Elas trarão a riqueza do know-how educativo europeu, permitindo a sua fluência, lufada de ar fresco e continuidade. Esperamos um movimento educativo através da ligação em rede dos verdadeiros especialistas no sistema educativo, os professores.

Parceiros